quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Não adianta que não gosto


Deste conceito de sapatilhas de salto alto. Para mim são um contra censo. A ideia de umas sapatilhas para mim, é um visual descontraído e relaxado. Os saltos altos conferem um visual precisamente oposto. Eu até reconheço que possa haver gente que adora andar de sapatilhas e com coisas deste género fica mais elegante, mas para mim não faz sentido. Claro que o fato de eu não gostar de sapatilhas nenhumas ajuda nesta minha modesta opinião. 

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Ser aumentada numa altura de crise


É muito bom! É ver o nosso trabalho recompensado. Hoje estou contente :) 
Trabalho há tantos anos (são só 5 mas pronto) e foi a primeira vez que fui aumentada.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Para ganhar 1kg são precisos 2 dias, para perdê-lo uma semana

Ou mais. Esta vou ser eu a comer verduras esta semana inteirinha (ou nao!).

Só gostava que apresentassem soluções


Foi estranho ver o meu salário este mês, aparentemente melhor mas não vai ser nada bom só receber metado do subsídio de férias, muito menso o de Natal que usava para comprar as prendas. Não gosto nada de ter subido de escalão de IRS e ter o meu subsídio de alimentação num cartão qualquer que só posso fazer compras nas grandes superfícies. E quem ganha mais que eu gostou menos de certeza. Todos temos o direito de adaptar a nossa vida aos nossos rendimentos, e para o comércio é muito bom que todos prosperemos.  Agora que estejam sempre a dizer mal, e que os do governo são isto e são aquilo não posso estar mais em desacordo. Estamos a fazer um sacrifício grande que estamos, mas alguma coisa tinha que ser feita. Claro que no tempo de outros senhores estavamos melhor, que estávamos, mas as contas públicas estavam cada vez pior.  Só que nós povinho andavamos felizes e contentes que não era nada connosco. Acho que a maior parte das pessoas só se iria aperceber do estado que estavamos quando chegasse ao fim do mês e o dinheirinho não caísse nas contas dos funcionários públicos. Ah espera! Eu trabalho no privado, não tenho nada a ver com isso. Espera aí... a minha mãe/ avó não recebeu a reforma dela, secalhar vou ter que ganhar para as duas. Secalhar esta trapalhada toda afinal afeta-me e não é pouco. Secalhar é melhor subir de escalão de IRS e fazer um esforcinho todos os meses. Que se fale mal acho muito bem. Mas primeiro apresentem soluções.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Sou um ser deveras...


Carente. É só em Abril que o M. não estará por cá. Ainda faltam 2 meses. E eu já estou cheia de saudades dele. Eu tento não sofrer por antecipação, pensar que vai ser bom para ele, vai ser bom para o nosso futuro,  vai ser bom porque no final desse mês vamos mais uma vez fazer uma viagem juntos, e vai ser bom porque tudo isso vai fortalecer a nossa relação, mas caramba.... vão ser mais de 30 dias sem a companhia dele. Sem a presença dele. Vamos lá ver se o Skype minimiza essa ausência tão dolorosa.

*(Agora é a voz da razão a falar) 
Cat Maria também não é nenhum fim do mundo, tu é que és uma carente e uma chata que não há memória.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Isto é estranho

Dou por mim preocupada com a Miss Glittering. Ela não fica tantos dias sem fazer nenhum post. Tenho saudades de ver o seu lado sempre otimista de ver a vida. 

Não sei que faça


Perto do meu local de trabalho tem uma lojinha de artesanato, loja essa que agora vende artigos em segunda mão. Pelo que vejo no Facebook tem coisas que são verdadeiras pechinchas, sobretudos a 10€, brincos 0,50€, camisolas de malha grossa 3 e 4€, coisas mesmo giras... em 2º mão. A verdade é que sei que se for lá vai apetecer-me trazer qualquer coisa mas a minha cabeça preconceituosa não me está a deixar ir lá... são coisas que já pertenceram a outra pessoa. Já fizeram parte da história dessas pessoas e não da minha. Podem sempre começar a fazer... não sei que faça.  

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Os Miseráveis

*Adorava pôr uma foto mas não sei porquê não estou a conseguir.

Ontem fui ver este filme... que filme soberbo! Já não me lembrava de algo tão bom no cinema. A começar pelas interpretações, a terminar nos cenários. É uma história carregada de dramatismo, não que seja triste a história porque no fundo não o é, a realidade daqueles tempos, devidamente encenada, é que é uma tristeza. É um filme forte mas vale a pena sem dúvida. Espero que o Hugh Jackman ganhe o óscar de melhor ator assim como ganhou o globo de ouro. Anne Hathaway apesar de ter uma curta participação melhor não se podia esperar dela. Para terminar, tenho que fazer referência a uma interpretação mais uma vez hilariante de Helena Bonham Carter, muito ao seu registo mas a não deixar ficar mal os seus fãs. Quem ainda não viu, vá ver!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Sobre isto: Desejos para 2013 por Samsung Portugal Filipa Xavier



Que a miúda é ridícula é, mas pelo que me apercebo começou a trabalhar no ano que passou logo é novinha. Novinha e tontinha mas se quer comprar uma mala da Chanel, tem dinheiro para ela, alguém que lhe ofereça, whatever e não vai endividar-se por causa de um capricho ninguém tem nada a ver com isso. Não é preciso enxuvalhar a miúda como se não houvesse amanhã. Aliás ela foi sincera e hoje em dia, com esta crise de valores, a honestidade tem que ser louvada. E aposto que ela aprendeu que às vezes estava melhor calada que a dizer asneiras.

Quanto à Samsung, na minha humilde opinião esteve duplamente mal. Primeiro porque realizou uma campanha sem sentido nenhum. Quando penso na Samsung penso em tecnologia, inovação, progresso, conforto, comodidade, o meu smartphone é desta marca e estou satisfeita com ele. Ao ver estes anúncios tenho dificuldade em ver em quê que se enquadram na Samsung. Ou então está tudo errado na minha maneira de ver a marca e talvez devesse ter comprado um Apple. Segundo esteve mal ao retirar o anúncio. Estavam mal mas foi uma falta de consideração por estas pessoas e por quem gosta delas (não é o meu caso que nem as conheço!). Deviam ter pensado antes. Ou então é tudo uma jogada de markting "falem bem ou mal, mas falem de mim".

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

E é isto


A falta de consideração e respeito pelos colegas é coisa para me deixar deveras chateada. Só olhar para o nosso umbigo é uma coisa muito triste. Isso e fazer um fim do mundo por tudo e por nada. "A filha da vizinha da prima do tio teve uma pneumonia que apanhou no hospital, ai que horror não levo mais os meus ricos filhos ao hospital...." "estou com gripe, avizinha-se o fim do mundo" "a tia Olga partiu o pé ai meu Deus que coisa horrível, é melhor não sair mais de casa". Acho que algumas pessoas, embora já tenham uma idade considerável, ainda não sabem o que é a vida e acham que as coisas são sempre belas e maravilhosas e o mal só acontece aos outros. A vida é assim. As coisas más estão sempre a acontecer.

Notasse o meu bom humor hoje. Amanhã já passa. 

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Resoluções e desejos para 2013


- ver a minha mãe com saúde e feliz
- emagrecer 3 kg
- praticar algum exercício físico
- não responder mal à minha mãe e ao M. quando estou mais cansada ou apreensiva
- conhecer Nova Iorque. E gostar.
- não chorar muito quando o M. estiver um mês nos Estados Unidos
- visitar a cidade do Porto como uma turista
- comprar menos sapatos (ainda hoje foram mais umas botas na zara online, assim não começo bem!)
- rejubilar no casamento de um grande amigo
- conhecer Auschwitz
- conseguir comprar todos os filmes do 007 e oferecer ao M.
- manter o meu emprego (embora não seja o melhor do mundo, sou feliz nele)
- controlar os meus medos
- festejar as pequenas coisas da vida
- ir para o Algarve em Agosto (este de certeza não vou realizar, só por um milagre conseguirei férias nessa altura). Em Julho que seja.
- tentar ter uma atitude positiva quando o M. for para os states
- tornar-me uma profissional melhor
- fazer mais vezes a depilação (no inverno claro)
- sobreviver um mês sem o M.
- passar um fim de semana no Gerês a andar de barco e jogar Poker
- ver as minhas primas e padrinhos felizes
- dar mais atenção ao Gil (o meu cão labrador)
- beber muito gin com água tónica e ginginha não sei de onde mas que é espectacular
- ver todos os meus amigos felizes e realizados
- comer muitas francesinhas no Mestre
- ir ver os MUSE
- ter uma surpresa, ser surpreendida
- que o meu carro não em dê muita despesa
- ver a mãe, irmã, irmão, tios e primas do M. felizes (são a minha família do coração)
- ir a Lisboa
- fazer muitos jantares em casa e em casa de amigos
- ir pra neve (nem que seja um fim de semana... na Serra da Estrela, quero esquiar!)
- passar mais um ano sem tomar um antibiótico
- ser mais "fina"
- continuar a achar graça aos blogues e à blogoesfera
- deixar crescer o cabelo
- conseguir poupar mais dinheiro
- ir ao ginecologista fazer aquele exame tenebroso (este ano vai ter que ser)
- apaixonar-me todos os dias pelo M. (mesmo quando ele estiver nos states)
- Andar de mota
- ir ao cinema
- ver o M. realizado e apaixonado pelo seu trabalho
- ter serenidade para aceitar o que não posso mudar
- continuar a ser feliz todos os dias com o que tenho sem pensar muito no futuro.

E é isto... todos os dias


É isto que eu faço ao M. todos os dias quando ele se levanta às 7h da manhã para ir trabalhar. É que se está tão bem na caminha... com ele. É daquelas coisas que não há dinheiro nenhum que pague.