sábado, 30 de março de 2013

Adoro

Um dos meus locais preferidos em todo o mundo, todo o mundo que eu conheço claro: Praia de St. Eulália. E tão bom a chuva dar uma trégua e estar na esplanada com o cheiro o mar... Adoro.

sexta-feira, 22 de março de 2013

Making plans


Quem me conhece, ou lê o meu blogue há algum tempo (obrigada, obrigadinha por continuarem a passar por cá, um beijinho para todas*) sabe que sou uma pessoa que se deixa afectar quando o M. tem que viajar em formação. Esta será a terceira vez que vai fazer um estágio fora do país e se Madrid permitiu-me visitá-lo todos os fins de semana (tank's Ryanair) Filadélfia não é já aqui ao lado e serão 30 longos dias fisicamente longe do meu amor. Sendo eu desta forma, uma carente profundamente afectada, tive que traçar um plano mental para passar melhor esses dias. Assim sendo decidi que vou-me dedicar a duas coisas, uma  por "necessidade" outra por prazer. A primeira é que vou correr todos os dias, ou quase todos. Quero que quando o M. me veja a chegar ao aeroporto J. F. Kennedy nem me reconheça de tão boazona que vou estar (cof cof cof agora deu-me para o delírio) e a segunda é renovar o meu quarto em casa da minha mãe. Na verdade este mês vou voltar para lá logo terei que me entreter com alguma coisa já que não terei que cozinhar, limpar e arrumar. Estou cheia de planos para tornar aquela mobília enfadonha em algo chique. Agora que descobri que qualquer peça castanha escura, o que se usava há 20 e 30 anos atrás, pintadinha de branco ou preto fica um mimo não quero outra coisa senão bricolar. 

Percebemos que estamos a ficar com um problema


Até sonhamos com um "simples" jogo do Facebook só porque não conseguimos passar um nível. A verdade é que eu nunca fui muito de jogar joguinhos, tirando o Farmville acho que nunca joguei nenhum jogo de maneira que pudesse dizer que estava viciada. Mas este joguinho de salvar os Pets está a impacientar-me o sono. Para o que me havia de dar agora?! 

quinta-feira, 21 de março de 2013

Sobre esta do Socrátes ser comentador da RTP

Não poderia estar mais de acordo com este post do Arrumadinho. Só acrescentava que  esta situação de tão ridícula não deveria ser permitida.

Páscoa


A Páscoa não é uma altura que suscite em mim especial carinho. Apesar de ter sido educada com os princípios da religião católica com direito a missa, catequese, comunhões, até o crisma, digamos que a religião e eu temos umas "arestas a limar" nesta fase da minha vida. Há coisas que me irritam bastante, e os rituais da Páscoa é uma dessas coisas. Andar atrás do compasso e a dar beijinho atrás de beijinho nunca me cativou, talvés por nunca ter estado completamente em paz com a religião. Talvés um dia encontre uma razão de ser e me volte a entender com ela, desta vez por livre vontade não forçada por uma educação católica que não pedi.

Spring


Diz que começa hoje (ou será que começou ontem?). Ainda bem que vem aí a minha altura preferida do ano para me acompanhar nesta nova etapa que começa para a semana. Além disso nada melhor que o bom tempo para atenuar a falta que o M. me vai fazer no mês de Abril.

sábado, 16 de março de 2013

Farta!


Mais que farta desta porcaria de tempo. É que além de chuva está um frio que não se pode. Será que este ano teremos primavera??! Eu sou pessoa para achar um certo charme ao frio e à chuva mas agora já CHEGA.

sexta-feira, 15 de março de 2013

É por isto que detesto vir ao hipermercado

Comigo é sempre assim: 2 em 1


Nos últimos tempos as grandes alterações/ mudanças que existem na minha vida acontecem sempre aos pares. Na mesma semana e saí de casa da minha mãe para partilhar casa com o M., mudei também de emprego. Dessa forma foi uma fase de adaptação alucinante em que só passados mais de 2 meses I think as coisas começaram a entrar na rotina. Ora isto tem o lado mau pois fiquei desgastada física e emocionalmente  com medo de falhar em algum lado, mas por outro lado não tendo muito tempo para pensar SÓ naquilo, tudo se fez e correu da melhor maneira. 
Mais uma vez me deparo com uma situação semelhante. No dia 1 de Abril o M. vai para Filadélfia. Ficará lá 1 mês e, se tudo correr dentro do previsto, no dia 1 de Maio vou ter com ele e dia 9 voltamos juntos. Ora eu não sou pessoa de reagir bem à distância pois fico extremamente triste sem o meu M. por perto, sem o abraço dele, sem poder enroscar os pés nos deles ao meio da noite, o M. é basicamente o melhor do meu dia, da minha vida, sem ele fico desorientada. Tem dias que penso que 1 mês não é nada, mas tem outros que penso que 30 dias é muito tempo sem o meu amor. A tal parte de na minha vida tudo acontecer ao mesmo tempo, é que acontece que por volta do dia 1 vou começar uma nova experiência profissional que me fará dar uma volta de 180º na minha rotina actualmente. Este novo desafio embora seja algo que sempre desejei, nunca pensei que acontecesse tão rápido e sei que exigirá mais de mim do que outra coisa exigiu até à data. Tenho muito receio de não estar à altura. Se por um lado vou ficar triste sem o meu amor, por outro terei que me absorver neste novo desafio que me ocupará bastante tempo e terei menos "tempo" para ficar depressiva. Se preferia que acontecesse uma coisa de cada vez? Preferia. Mas assim será uma prova ainda maior que terei que ultrapassar e ficarei uma pessoa mais forte no final de certeza. 

quinta-feira, 14 de março de 2013

Novo vício


Dexter. Não é a minha série preferida de todo o sempre, mas estou a gostar de ver. Só espero que os meninos da Fox não se armem em espertos e continuem a repetir as temporadas para eu as seguir. Ainda vou na T2 mas pelo menos até à T3 tenho gravadas na minha box. 

segunda-feira, 11 de março de 2013

Inquestionável


A pessoas mais magras, sem uns quilinhos a mais, toda a roupa acenta melhor e fica melhor. É fácil a roupa ficar bem. O pior é que esses kilinhos a mais são difíceis de perder.

"Um mal nunca vem só"


É bem verdade que os ditados populares são reveladores da sabedoria do povo. Este então já o pude comprovar várias vezes. Este fim de semana foi mais um exemplo. Como se não bastasse uma infecção urinária com direito a passagem pelas urgências na madrugada de sábado para domingo, quem já teve sabe que aquilo tem que levar com antibiótico o quanto antes pois a dor pode ser bastante... agunizante; ainda houve direito a uma amigdalite vírica pois o antibiótico matou as bactérias amiguinhas e os vírus atacaram o meu gargumílo. Ou seja: já houve melhores dias aqui por estes lados.