quarta-feira, 30 de julho de 2014

Rendi-me


Já tenho cesta para levar para a praia :-) Nunca foi muito o meu estilo, mas esta cesta encantou-me... até dá para usar como mala  assim num estilo muitooo descontraído. A culpa é da iquantascores que tem um stand maravilhoso na feira de artesanato da minha terrinha. 

Já agora quem estiver pelos lados da minha terrinha - Vila do Conde - aproveite para visitar a 37º Feira de Artesanato. É verdade que não conheço muitas, mas pelo que oiço dizer é das melhores de Portugal.   

Ajudinha please

.

Green Sleeveless V-neck Jumpsuit

Alguém me sabe dizer onde posso arranjar uma coisa parecida com esta? Adorava encontrar um macacão (ou jumpsuite como se chama agora) que goste e me fique bem, mas não tem sido fácil... é verdade que ainda não procurei nas lojas só online. Acho que fiquei frustrada por o que mandei vir da Lanidor me ficar enorme... tinha que correr mal alguma vez isto de comprar sem experimentar ehhe. 

sábado, 26 de julho de 2014

Sinto-me enganada!

Pelos senhores da meteorologia! Ora então era quarta que vinha o verão, depois era quinta, depois sexta e hoje é sábado e nem vê-lo! Davam 28ºC aqui para a terrinha e até agora sol nem vê-lo! E já é meio dia... É que o S. Peter, que é um querido Santo, não tem culpa nenhuma... A culpa é vossa que andam a enganar as pessoas.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Sexta-feira

Já aqui disse, acho eu, que adoro as sextas-feiras que no fim do trabalho apanho o metro e vou ter com o M. ao Porto para jantarmos só os dois num local diferente no meu adorado Porto. A verdade é que eu tenho o privilégio de trabalhar perto de casa, muitas das vezes vou trabalhar a pé, posso almoçar em casa... São inúmeras as vantagens. Mas depois falta-me o "mundo". Falta-me ver gente, muita gente, cruzar a rua e não ver caras conhecidas, ser só eu é o meu M. no meio de desconhecidos... Eu preciso disso, preciso de sair da terrinha e ser um ser do mundo. 

E as conversas que se ouvem no metro?! Isso era tema para muitos posts :-)

O (meu) novo vício

Como o tempo escasseia, e a vontade de ir ao shopping também, há que aproveitar os saldos através das compras online. Já experimentei o site da Zara, da Mango, da Mango Outlet e agora foi a vez da Lanidor. Até do Clube Fashion já experimentei. Ora, e dado que sou fiel utilizadora do Continente online começo a temer que daqui a nada não saia de casa para ir às compras.... E eu até gostava (de ir ao supermercado não) mas de ir ao shopping gostava mesmo. Ainda bem que a Primark não tem loja online senão temo pelo saldo da minha conta bancária. 

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Delicioso


Para mim o Algarve é a melhor zona do mundo, na minha mísera opinião, para se passar as férias de verão. Tem bom tempo quase certo, otimos restaurantes, vários tipos de animação, é bom para jovens, jovens famílias com crianças, e também para pessoas mais velhas. Daí a minha "depressão" estes dias por, masi um ano, não puder passar uma semana que seja em terras algarvias. Mas este post não é para falar do Algarve... é para falar do cheiro inigualável das praias do norte... principalmente da praia das Caxinas. É que mais nenhuma praia que eu conheço tem aquele cheiro característico, a mar julgo eu, que têm as praias desta zona... É delicioso poder sentir este cheiro todos os dias. 

terça-feira, 22 de julho de 2014

Desabafo

All black everything

Sabem aquelas alturas em que tudo vos chateia e sensibiliza?! Nada está bem, nada que faço ou que os outros fazem está bem. O trabalho não me dá prazer, não sinto alegria a atender as pessoas, só me apetece tirar umas férias... férias de mim inclusive. Apetece-me uma mudança. Mudar qualquer coisa, sei lá. Será que foi toda a preparação e emoção do casamento que agora deixaram um vazio que ainda não aprendi a preencher?!

Podia ser fácil pensar assim todos os dias


Mas não é. É um esforço constante tentar viver a vida desta maneira. Por vezes cansa, e entra a paranóia. E depois é uma espiral de problemas.  

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Temas delicados


Ontem fui tomar café com um querido amigo que foi pai por estes dias. Estava ele a contar a longa odisseia que passou uma vez que a esposa começou com contracções fortíssimas domingo de madrugada mas como não tinha dilatação, a bebé só nasceu quarta de madrugada, depois de várias idas ao hospital, quase 3 noites sem dormir e muita ansiedade acumulada. Eu cheia de pena daquele casal, principalmente dela, que deve ter passado um mau bocado tantos dias cheia de dores, disse que por essas e por outras é que não há nada que chegue a uma cesariana. É que se ouve cada história.... esta jovem mamã pelo menos sofreu mas acho que agora está tudo bem. Eu realmente penso que mais vale uma cicatriz na barriga que ficar com a vida sexual comprometida, e em alguns casos até com problemas urinários. É a minha opinião, vale o que vale e nem tenho filhos nem sei se pensarei diferente quando for a altura. Mas tudo isto para dizer que duas amigas minhas (já mães, há que respeitar isso) atacaram-me como duas feras a defender o parto natural!! E quando eu disse que a amamentação pode ser tão complicada que não há nada que chegue ao biberão?! Ai mataram-me mesmo! Acho que perdi ali duas amigas. Era vê-las aos berros, só não me expulsaram da mesa porque não calhou. Percebi ali que há temas muito delicados e que para a próxima, pense eu o que pensar, vou guardar para mim. Afinal de contas.... cada um sabe de si. 

Se peso na consciência matasse...

Eu já tinha quinado! Não é que ontem além de ter comido 1 crossant, folhado ainda por cima, ainda comi 2 pães.... Passei-me! E para piorar a situação não fui ao ginásio. E podia ter ido... Podia estar para aqui a dar desculpas várias, mas a verdade é que com esforço podia ter ido. Hoje tenho mesmo que ir e compensar todas as asneiras de ontem ou então amanhã a balança não perdoa. 

quinta-feira, 17 de julho de 2014

E é isto a minha vida

Qual é a probabilidade de não ter nem carro nem mota para vir trabalhar amanhã? É baixa.... mas amanhã não sei como venho trabalhar! O carro está a fazer um restyling, isto de se ser um carro idoso tem destas coisas, e a mota deu o pifo ontem, também está no estaleiro. Amanhã parece-me que ou tenho motorista (mamãe chamada à recepção) ou venho de camioneta que é um mimo!!

Ora bem,


Nos vossas terras não sei, mas por cá está um lindo dia de outono! 

E o pior é que não será só hoje! Temos outono prolongado até à próxima semana.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Sinais dos tempos

O que aconteceu a esta Kate?

Kate Middleton|gorgeous dress

Era um exemplo de elegância e uma inspiração... Agora pronto, é isto:

Kate Middleton

Não é que não seja elegante, que é, mas também é aborrecido e sem piada nenhuma. 

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Quem está comigo?

string detail

Eu tenho uma excelente ideia para apresentar na próxima Assembleia da República que é: acrescentar um dia ao fim de semana, ora ficava o fim de semana com 3 dias e os dias úteis de trabalho passavam a ser 4. Prontoooo podia ser só no verão. Que dizem? Bora lá fazer uma petição?

É que depois de um fim de semana tão dedicado à praia como este, apetecia mais um dia. Não entendo, há 2 ou 3 anos atrás um fim de semana tão preenchido e bom como este dava-me alento para o resto da semana, agora só me faz apetecer mais dias de descanso...

Há 1 mês atrás


Já foi há 1 mês... e foi 1 mês que passou a correr. Dizem que quando estamos bem não dá-mos conta do tempo passar. E assim foi este primeiro mês, assim como a vida tem sido desde que a partilho com o amor da minha vida. Posso dizer com toda a certeza que o casamento não mudou quase nada, apenas a certeza que tenho o melhor marido do mundo, do meu mundo. 

Coloco esta foto porque, quem segue o meu blogue sabe, a abertura da pista foi um momento importante para nós. Investimos muito tempo nas aulas de dança e aquele momento, só nosso, no nosso Special Day, simboliza para mim toda a nossa vida: companheirismo, partilha, coragem de enfrentar os obstáculos e acima de tudo muito amor e cumplicidade. E foi perfeito... 

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Há 3 anos a caminharmos juntos


Faz hoje 3 anos que estamos a morar juntos. A construir esta nossa história. Foram 3 anos de muito companheirismo, alguma adaptação, mas acima de tudo muito amor e compreensão. 

Summer time


Não há dúvida que no verão tudo é mais fácil. É jantaradas com amigos a meio da semana (onde jás e viu?!), são planos para os próximos fins de semana, é poder andar na minha motinha e deixar o carro na garagem (ou na oficina como neste momento), é mais fácil vestir qualquer coisa de manhã e está sempre bem... já disse que adoro o verão? (Mesmo não tendo mais férias antes de dezembro, mesmo querendo ir até ao sul e não podendo...)


quarta-feira, 9 de julho de 2014

Estoy tan contant

Those pants!

Ontem fomos jantar com dois amigos que, embora já estivessem estado juntos ocasionalmente em festas nossas, no nosso casamento estreitaram laços e estão a começar uma I hope so linda história de amor. É tão linda a fase do encantamento. Espero que dê certo. São também eles um fruto do nosso amor (acho que o casamento me fez mal, que parola lamechas que estou a ficar!). 

Isto é que não tem jeito nenhum

Derrota do Brasil provoca violência por todo o país - Desporto - DN



7-1.... É mau de mais para ser verdade. Depois do 4º golo eu só pedia que acabassem o jogo. Tadinhos dos brasileiros. (É bom que estejam calminhos no final do ano quando receberem a minha visita.)

terça-feira, 8 de julho de 2014

Dúvidas e mais dúvidas

Estou encantada com este vestido da Mango Outlet. O problema é que o que lhe dá encanto, que é facto de não ter costas, é um big problem para mim: e soutien? Não se usa? É que eu gosto muito pouco dessas vidas de andar sem soutien... acho que só o fiz uma vez. E não é que tenhas as ditas grandes ou descaídas que Graças a Deus até nem são nada disso, mas não gosto que se há-de fazer. Mas que este vestido tem pinta isso tem... Não sei se serei feliz com ele ou não.  

Vestido alças costas cruzadas

Vestido alças costas cruzadas

Toma lá Cat

Striped Swimwear

Como bónus de teres ido ao ginásio ontem, teres corrido 20 uns míseros 20 min: uma valente dor de cabeça que dura até hoje de manhã!!

Sinto-me enganada!

Pelos senhores da meteorologia! Então não eram 10 dias de sol intenso - verdadeiro verão - a partir de segunda?! É que ontem verão nem vê-lo e hoje, bem hoje nem comento. Não havia necessidade de chover St. Peter. Tu és um querido santo que és, mas quando mandas um vislumbre de verão aqui para a gentes do norte? Se não tivesse passado uns 15 dias fantásticos com temperaturas de 30ºC na Tailândia a esta hora estava em depressão de certeza. É que as pessoas precisam de verão St. Peter... manda lá o calorzinho! 

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Today

Depois de ontem me transformar em Lady Cat borralheira (a minha casa precisava de uma intervenção urgente da minha parte) eis que hoje é dia de voltar ao ginásio. 

Wish me luck!

sábado, 5 de julho de 2014

As redes sociais no verão ferem-me o coração

É só fotos do pessoal a ser feliz no Algarve!! E eu queria tantoooooooooo e não posso. Eu gosto do meu trabalho, mas uma profissão "liberal" fazia aqui a menina ainda mais feliz.

2nd step honeymoon: Tailândia part 2 Phi Phi Island

Depois de 4 noites em Krabi, mais propriamente no hotel Centara e onde fizemos tours de visitas a outras ilhas, fomos até às famosas Phi Phi Island. Ficamos hospedados no Outrigger, também segundo sugestão de um casal de amigos que foi lá o ano passado. E que paraíso que era o hotel. O hotel é isolado do centro da ilha (e ainda bem!), e mais uma vez o único acesso ao hotel era de long tail boat. Só consigo ter uma palavra para o hotel e para o que vivemos neste hotel: PARAÍSO. Uma curiosidade interessante foi a quantidade de portugueses que se encontravam neste hotel... éramos muitos. Ao contrário de Krabi em que a maioria de hospedes eram árabes e chineses (chineses ou para aqueles lados), no Outrigger eram maioritariamente europeus sendo muitos deles portugueses. Foi engraçado fazer mais de 4000 km para encontrar tantos portugueses. 











Aqui a "nossa humilde" habitação. Um bangaló na primeira linha de mar. 


Se chegar de barco ao hotel é um máximo, melhora quando depois de sair do barco e para não molharmos os pés, quando está maré vaza, somos transportados num atrelado de um tractor que anda dentro do mar. É realmente tratamento vip. 


Bye Bye Phi Phi Island. 



quinta-feira, 3 de julho de 2014

Special Day


Quando penso no meu Special Day só consigo pensar em duas coisas: felicidade e gratidão. Felicidade porque foi um dia feliz, talvez o dia mais feliz da minha vida, e gratidão para com todos que de uma forma ou de outra fazem parte da minha vida. 

Quando acordei estava um bocado nervosa, não sabia como iria ficar a combinação penteado/ vestido/ jóias/ maquilhagem. Mas quando saí do cabeleireiro já tinha bem estabelecido na minha cabeça que aquele dia era especial de mais para perder tempo com nervosismos, dessa forma só estando calma poderia aproveitar cada momento porque de facto cada momento foi único. Ao contrário de muitas mulheres que quando experimentam o vestido sentem que é "o tal", eu só senti isso quando o vesti no dia. Durante todo este tempo sabia que era o vestido certo, mas não sabia se era o "o tal". Mas no dia... no dia fez-se magia quando o vesti. Senti que ele fazia parte de mim e só assim me consegui sentir tão bem no meu Special Day. O M. estava tão lindo... tão perfeito o meu príncipe. Não vou estar para aqui a dizer que correu tudo muito bem, que foi o melhor casamento de sempre porque para mim de facto foi, não queria que tivesse sido melhor, mas penso que foi uma festa bonita, alegre e onde as pessoas sentiram que faziam parte da festa e eram testemunhas da nossa felicidade. No final do dia chegamos a uma conclusão: esta vida louca que por vezes levamos, onde não temos um único fim de semana sem planos, sempre de um lado para o outro, a alimentar as nossas amizades, o casamento trouxe-nos a prova que temos pessoas que gostam de nós, que "choram" por nós, que fazem de tudo para nos ver felizes... e só assim vale a pena estas festas, com pessoas que nos querem e que nós também queremos, muito bem. Foi de facto um very Special Day

Ora vamos lá falar de coisas sérias

10 New Core Exercises to Tighten Your Tummy

Já não ponho os meus lindos pés no ginásio há mais de 1 mês! As duas últimas semanas antes do casamento não tive mesmo hipótese de ir, depois foram as duas semanas de lua de mel e agora é esta semana que desculpei-me com o jet lag. É verdade que segunda e terça não dava mesmo, chegava à hora do ginásio cheia de sono e além disso tinha a minha casa para organizar (as duas semanas antes do casamento foram mesmo dedicadas a ele e a casa também descontrolou um bocadinho). Agora que a casa está a entrar nos eixos e o jet lag já quase inexistente, ontem fui cortar o cabelo logo não queria ter que levá-lo logo no primeiro dia que está "esticadinho". Podia ir hoje que podia, mas hoje vão entregar as compras do continente. Basicamente este blá blá blá, que não interessa para nada, para dizer que a partir da próxima semana vou começara  ir ao ginásio certinho. Fica aqui jurado que para a semana começa a minha nova rotina e ainda vou sonhar com estes abdominais (para o dia São. Nunca mas pronto!!).

quarta-feira, 2 de julho de 2014

2nd step honeymoon: Tailândia part 1 Krabi

Depois de quase não apanharmos o voo Paris-Dubai (onde fizemos escala e depois seguimos Dubai/ Bankok e depois ainda um voo interno para Krabi) porque adormecemos e acordamos a 2h do voo, ou seja há hora que já devíamos estar no aeroporto, e ainda por cima havia greve dos transportes públicos em França, logo foi dramático, mas lá conseguimos apanhar o voo para o paraíso. A grande maioria dos dias da lua de mel queríamos aproveitar para descansar e fazer um bocado de praia. A Tailândia é mesmo paradisíaca como se vê nas fotos. Optamos por dividir os dias para ficar em dois locar diferentes. Depois de ouvir todos os conselhos de amigos que já tinham visitado a Tailândia escolhemos Krabi e as Ilhas Phi Phi. O hotel que nos aconselharam em Krabi foi o Centara. E foi um excelente conselho. Ficar num hotel em que o único acesso é de barco tem tanto de exótico como de aventura. Aquilo estranha-se mas depois entranha-se. Ficamos 4 noites neste hotel onde fomos extremamente bem tratados. Costumava dizer ao M. "vou levar os tailandeses todos no meu coração" pois eles são tão amistosos, parecia que éramos os reis e eles os nossos serventes. Claro que eu sei que isto se passa nos hotéis onde eles sabem que os turistas estão ali para lhes darem gorjetas e essas gorjetas são o que lhes vale uma vez que o salário é miserável.   


Os famosos long tail boat que encantam a paisagem tailandesa. 



Que delícia que era esta rocha. Podia ficar horas a olhar para ela.





Tivemos direito a uma visita muito especial (nós estávamos dentro do quarto e eles fora, provavelmente não são perigosos mas não sei não!)


Não se estava nada mal, não senhora! Este hotel tinha um lindo por do sol. 



Aqui o hotel visto do barco - única maneira de chegar até ele.


Aqui a vilinha de Ao Nank, o local mais perto do hotel. Aqui fizemos massagens fantásticas a um preço tentador (e eu nem gosto muito de massagens). Mas queridas amigas... o cheiro era tão mau nas ruas e nas lojas. Parece bom, mas não era. Eu só queria voltar para o hotel. 


Aqui a primeira experiência com comida tailandesa. O marisco não sabia a nada e aquela coisa era frango com ovos que era muito mau. E supostamente fomos ao melhor restaurante de marisco da zona. 



This is real Thai. Não são os hoteis 5* onde ficamos alojados. É preciso termos consciência que vivesse muito diferente na Ásia.

E é isto


Lá se foi o meu longo cabelo (todo espigado)! Pouco abaixo dos ombros está agora. Vou só ali chorar um bocadinho e já volto!

terça-feira, 1 de julho de 2014

1st step honeymoon: Paris

E o que dizer sobre Paris: continua deslumbrante. Embora tenha sido uma visita relâmpago, deu para matar saudades daquela que, para mim, é a cidade do amor. Como já aqui disse ir a Paris foi a realização de um desejo que há muito tempo guardava: jantar na Torre Eiffel e assistir ao espectáculo do Moulin Rouge. Não poderia ter começado melhor a lua de mel.


O jantar, ao contrário do que nos haviam dito, foi todo ele muito bom, aliás diria mesmo que com qualidade superior. A sobremesa que tem vários tipos de chocolate foi a melhor sobremesa que comi na minha vida. O jantar era composto por uma entrada, um prato principal e uma sobremesa. Para entrada eu escolhi as gambas e o M. aquela espécie de sopa. Como prato principal eu comi uma dourada extremamente bem confeccionada e o M. optou pelo borrego que também estava óptimo. Quanto à sobremesa o profiterol não estava nada de especial mas a outra sobremesa era soberba. 







Que dizer sobre o Moulin Rouge? Foi um espectáculo digno do aparato que tem. Foram 2h muito bem passadas. A sala de espectáculos tem a particularidade de ser um anfiteatro onde se assiste ao espectáculo sentado em mesas corridas onde se convive e toma um aperitivo. 


Paris não desilude. Nunca.